Ossanha

ossanha

É o orixá da cura, medicina, da convalescença. Responsável pelo poder curativo das ervas, ou seja, a força vital é obrigatória à realização de qualquer ritual nos cultos africanos. Portanto é orixá que tem o axé das plantas, ervas e das matas.

Ossanhã é quem responde pela a mágica do resultado das folhas, árvores, vegetais e matas tornando sua convivência com os seres humanos salutar. Na floresta, quanto mais densa, mas se notar sua presença. Ele é a própria Ecologia.

E o Orixá que tem muitas formas, tamanhos, cheiros e essências. O segredo do poder de curar pela planta está com ele.

“Nos rituais “de religião, o Abo ou Amassi” Banho de ervas”, é vital importância e é imprescindível. Tudo passa no amassií, desde louças, travessa de barro, moedas, pulseiras, búzios, quartinhas, facas, gamelas, até as pessoas, que vai se banhar e se purificar pelas ervas. É que representa as forças cósmicas do Orixá. Ossanhã representa à calma a paz, o encanto para tudo transcorrer bem. Quando se vai às matas devem pedir permissão, ao Senhor das Matas, levando oferendas pertinentes a ele (normalmente leva-se, fumo de rolo, mel e moedas) para encontrar o que procuramos.

Ossanhã esta sempre em momentos importantes da vida, através da salvação, pois ele é alquimista, químico, farmacêutico. Amparado dos médicos nos consultórios e hospitais. É o Orixá, conhecedor profundo do segredo de todas as ervas.

Sentimos mais a presença do Orixá quando estamos num horto, em meio às ervas, e/ou floresta. Ele é a mágica da folha, a sombra que nos proporciona paz, tranqüilidade e harmonia.

Mitologia

Ossanhã é filho de Nana, irmão de Xapanã, Oxumarê e Ewá. Meio introvertido, calado, pensativo. Tendo ido jovem para a floresta, que sempre lhe atraiu, onde se propôs a estudar as plantas, as árvores e aprendendo os segredos das ervas, cuidando dos animais feridos e fazendo experiências.

Tendo assim o domínio e poder com elas, sempre que alguém e /ou Orixá, precisar de uma planta, erva, deverá, em primeiro lugar, pedir autorização dele, pois é senhor do verde.

(Ditado iorubano) (Kosi ewe, kosi orisa”, tradução, Sem folha não há orixá, não há o Axé!”.

Orixá dono das ervas medicinais nas florestas, e das utilizadas pelos rituais nas religiões é responsável pela cura dos enfermos clínicos e espirituais.

Ossanhã; Adjuntos com Oxum Demun;

                                  com Iemanjá Bocí.

Animais; quatro pés;cabrito branco ou osco.

Aves; meio quatro pés; angolistas macho e galos arrepiados.

Número;      sete (07) ou múltiplos.

Cor; verde e amarela.

Dia; sexta feira e segunda feira cultuadas, por algumas nações.

Guias; verde e amarela                                            

Saudação; Eu!Eu!

Oferenda; Pipoca e opté “batata inglesa sendo a metade com casca e esmagada com azeite-de-dendê, a qual se dá forma de um pé em algumas nações dão forma de porongo (cabaça).

 ossanha1

 Ferramentas; coqueiro, muleta, bisturi, cágado, búzio e moedas


Ervas; aroeira, cenoura, couve, guaco, limão, jurubeba, losna, noz de cola, orobô, pepino, pitangueira, sapê, repolho, tiririca, aridan. Frutas: mamão, goiaba, guaraná, pitanga, abacate, figo.

Sicritismo; Ossanhã é  São Lazaro

ossanha2

 

Terras de Ossanhã na Nigéria –  Babá Tacques -Vista da porta de entrada 

<iframe width=”854″ height=”480″ src=”https://www.youtube.com/embed/UXQWE_BvYrI” frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>